Teaser Biamar


Pra quem gostou da campanha e da coleção de 2011 da Biamar, aí vai uma amostrinha do que será a de 2012:

É apenas um teaser, mas já dá para ter uma ideia do que vem por aí. Estou curiosa! Pelo visto a nova coleção vai ser tão linda quanto a anterior.

Anúncios

Franjas


Olá!!

Quando se fala em franja, logo se pensa na franja reta cobrindo a testa, talvez o modo mais tradicional de usá-la. Porém, há vários tipos de franjas e formas de usá-las. Além de ser algo que nunca “sai de moda”, é uma ótima forma de mudar de visual sem ter que mexer no comprimento, corte ou cor.

Franjas_Reese Whiterspoon, Fernanda, Paola Oliveira, Cláudia Raia

Embora qualquer pessoa possa usar, é importante estar atento ao formato do rosto antes de cortar. Segundo Didier Sé, cabeleireiro do salão Marcos Proença (em matéria do “Delas”) “a franja tende a detalhar as feições do rosto. Um nariz ou uma boca com traços acentuados vão se destacar ainda mais. Um rosto redondo vai parecer mais arredondado. E assim por diante”.

Também é legal conhecer as opções e tipos de franjas:

Franja curta: fios cortados no meio da testa e bastante volume.

Mayana Moura_franja curta
Franja média: fios na altura da sobrancelha e pode ser cortada na diagonal.

Franjas médias e cheias

Franjas curtas diagonal
Franja longa: cortada na altura do queixo em diagonal, também chamada de franjão; pode ser escondida junto ao cabelo para variar o visual.

Franjas longas

Franja Desfiada: fios desfiados em todos os formatos, ajudando a suavizar o movimento, dando um ar mais moderno à franja.

Franja Cheia: farta, esconde totalmente a testa, começando do meio da cabeça. É uma ótima opção para quem possui bastante cabelo. Comporta a variação “meia lua”, que começa reta na frente e é mais longa nas laterais. Para dar mais leveza, as pontas podem ser desfiadas.

Franja Desestruturada: É um tipo de corte que combina para quem usa franja longa e desfiada, pode ser usada na diagonal ou bem dividida ao meio.

Franja Falsa: É um tipo com poucos fios, que podem dar equilíbrio aos traços do rosto sem tanta definição de franja.

Como saber que tipo combina?

Rosto Quadrado: Mulheres com o rosto muito quadrado devem dar preferência a franjas mais longas, em formato oval, para harmonizar o rosto. Rostos retangulares e longos combinam com franjas na altura dos olhos, de preferência bem desfiadas. Evite a franja reta.

Rosto Redondo: Assim como mulheres de rosto quadrado, o ideal é optar por franjas mais longas que harmonizem as formas, de preferência na diagonal repicado nas pontas.

Rosto Oval: Este formato de rosto se enquadra muito bem nas franjas. Como a testa é arredondada, assim como as linhas das têmporas e do queixo, as franjas retas ou laterais dão a impressão do rosto não ser tão longo. Qualquer tipo de franja combina, desde as mais curtas e retas até os franjões.

Rosto Triangular: No rosto triangular a mandíbula é bastante evidente, a testa é estreita e as têmporas não são muito aparentes. O tipo de franja mais indicado para valorizar os traços e suavizar a evidência da mandíbula são as franjas retas, logo acima das sobrancelhas.

Rosto Longo: Mulheres de rosto longo devem apostar nas franjas longas, pois dão impressão de diminuição no comprimento do rosto.

Outras dicas que podem ajudar na escolha do tipo de franja:

A franja cheia fica em cima ou um pouco abaixo da sobrancelha.
Não é recomendada para as baixinhas, pois podem parecer atarracadas.

Evite a franja meia lua se você tiver rosto quadrado, pois ela acentua o maxilar.

Evite franja curta se tiver a testa pequena, pois pode dar a sensação de que ela é menor ainda.

Evite deixar a franja longa repartida no meio se você tiver a bochecha mais gordinha. Nesse caso, melhor usar para o lado para dar leveza.

Dá pra cortar em casa?

Se você quer arriscar e cortar sozinha (só recomendo para quem tem plena consciência de que pode dar errado e está disposta a correr o risco), no site da Gloss tem um passo-a-passo.

Tem mais sobre franjas nos links da Capricho e Dicas de Mulher, de onde saíram várias das dicas desse post.

Esse post foi mais uma sugestão da minha mãe e super colaboradora aqui do blog. E fiquei tão pilhada fazendo ele, que também resolvi aderir à franja pra dar uma mudada no visual!

E vocês, o que acham das franjas?


Amarre-se nos cintos!


Bom dia!!

Grazi Massafera_cintos

Tem coisas que a gente acha lindo nos outros, e na hora de usar fica cheia de dúvidas.     Para mim o cinto é uma dessas coisas. Gosto muito, principalmente de looks que o trazem sobre os vestidos, túnicas e casacos, mas sempre tenho dúvida de como e com que usar.

Item marcante do visual, o cinto é um daqueles acessórios que “transforma” a produção (até o clássico jeans + camiseta fica mais bonito).  E, embora seja um assunto já bastante comentado, acho que deve ter mais gente por aí com dúvidas quanto a esse acessório, ou que ainda não se rendeu a ele por achar que não faz diferença. Então, este post é para servir de inspiração ou tirar dúvidas a respeito desse item que está super valorizado!

Modelos:

Tenha pelo menos uns três tipos de cintos:

– um largo para roupas mais fluidas;

– um fininho coloridinho para usar com camisetas e saias ou sobre uma blusa e shortinho;

– um mais luxuoso em dourado ou prata para vestidos que serão usados de noite.

Adaptando ao corpo

O cinto fino é indicado para quem tem quadril estreito, pouca cintura, tronco curto e seios pequenos. Este tipo de cinto deve ser usado na altura dos quadris.

Já o cinto largo, use sempre na altura da cintura. Se tiver seios muito fartos, é preferível usá-lo na altura dos quadris.

Para as proporcionais e as mais cheinhas:

– o ideal são os modelos mais finos ou de duas voltas, que não aumentam a silhueta; Mas, para quem tem quadril largo, cintura fina, tronco longo e seios grandes, o cinto largo também fica bem.  

– Evite usar cintos muito chamativos ou com apliques grandes, como fivelas e laços, que chamam atenção para o abdômen. 

– Para disfarçar a região do abdômen, os melhores modelos de cintos ou faixas são os cintos mais discretos, de preferência na mesma cor da roupa e com fivelas recobertas do mesmo material que o cinto.

– Cuidado com os cintos caídos; eles dão um formato “meia-lua”, que aumenta o volume na cintura, por isso são aconselháveis apenas para mulheres magras.

– Se tiver barriguinha saliente, evite os cintos de elástico, que marcam bastante o abdômen. Opte por faixas e cintos mais finos.

– Preste atenção ao tamanho das fivelas. Em caso de dúvida, opte sempre por tamanhos pequenos e médios.

– Cinto com nó (ao invés de passar pela fivela) está liberado. Para as gordinhas, o ideal é usar os modelos mais finos.

– Usar vestido com cinto é uma opção para disfarçar as gordurinhas e valorizar as formas do corpo.

Para as magrinhas:

– podem abusar dos cintos largos;

– cintos caídos estão liberados;

– Podem abusar dos tamanhos de fivelas sem medo;

– Podem usar cinto com nó.

Cinto com nó

Cintos com nó_Bolsa de Mulher                                                                                        Fotos: Bolsa de Mulher

É uma forma diferente de usar o cinto, sem passar pela fivela, “amarrando” com um nó.

“O grande barato do cinto com nó é que toda mulher pode usar: altas, baixas, magras, gordinhas, jovens e pessoas mais velhas. Por ele ser bem feminino e deixar a cintura bem marcada fica bom em todos os corpos”. É o que afirma a consultora de imagem Cláudia Pimenta, em matéria do Bolsa de Mulher (Amarre-se!).

O cinto com nó também não precisa combinar com a bolsas e o calçado. “A moda é descombinar, até mesmo pelo conceito que esse estilo de acessório traz”, opina Claudia. Além disso, pode ser usado por mulheres com todos os tipos de corpo e estilos.

Cintos finos, médios e de preferência bastante maleáveis são os mais indicados para dar o nó e possuem um ótimo caimento.

Os vestidos, shorts, saias e calças são ótimas opções de como usar o cinto com nó, que também dá um toque estiloso em roupas básicas como jeans e camiseta.

Cinto com vestido

– Todos os tipos de vestidos combinam com cinto, desde que não crie volumes que marquem o corpo e destaque imperfeições (principalmente na barriga e nas costas). Podem ser usados cinto grosso ou fino, faixa, lenço, com fivelas, metais, aplicações e detalhes (ou seja, pode tudo, hehe). Os modelos de vestidos mais soltinhos vão muito bem com a cintura marcada. Dá para fazer a combinação também nos vestidos mais justos, mas o visual fica melhor em ocasiões especiais, como festas.

– Quando usado com vestidinhos fluidos, ajuda a disfarçar as gordurinhas. Só é preciso ter cuidado para não criar volumes em áreas desfavorecedoras (como no abdômen).

Biamar_cinto com vestidos

Dicas

– Cintos em peças que possuem a cintura baixa devem ser usados por mulheres com as pernas mais longas que o tronco.

– Usar cintos e faixas com peças de cintura alta deixa a mulher mais elegante, alongando as pernas e a silhueta. Mas para não errar, é preciso manter uma proporção correta entre as pernas e o tronco.

– “As mulheres podem perfeitamente pegar os cintos masculinos, que geralmente têm um couro mais envelhecido, e amarrar na cintura. O visual fica superfashion”, aconselha Cláudia.

– Atenção com o uso em ocasiões especiais, como festas: “para usar com roupas mais arrumadas, o modelo do cinto tem que ser mais trabalhado para não ficar um look muito informal”, lembra a consultora Cláudia.

– As cores dos cintos em tons sóbrios, cores vivas e em tons mais escuros ficam melhores nas produçõess para o inverno. Já as cores mais alegres e vivas, como os tons neon, são mais indicadas para o verão.

– Os cintos podem ser usados com short, com vestido (fica lindo), sobre o cardigã (fica muito bonito), com t-shirt e calça… use a criatividade!

– Cintos com laços e fivelas modernas deixam o visual mais romântico e delicado.

– Ao invés do cinto, podem ser usadas faixas de couro e lenços.

– outra opção de uso é deixar a ponta displicentemente caída ou enlaçada no próprio cinto.

– Outra dica: No blog Oficina de Estilo também tem vários posts com dicas muito legais.

Inspire-se com outras fotos de looks lindos:

As fotos abaixo são da sempre inspiradora Biamar. Looks lindos, né?

 Biamar_blusas com cinto

 Estes looks do catálogo da Hering combinam vestidinhos delicados com acessórios com cara de inverno, como o cinto e a meia calça. Combinações de cinto com camiseta e short/calça também estão presentes.  Hering

As fotos abaixo são algumas sugestões do Bolsa de Mulher para usar cinto com vestidos. Gostei muito, embora algumas sejam mais para o verão (adaptáveis ao inverno, claro).

Vestido com cinto_Dicas de mulher

Nesta foto da revista Manequim, o cinto largo dá uma quebrada no look monocromático e incrementa o visual.

Cinto largo_Manequim

 Ísis Valverde, em foto do Bolsa de Mulher, combinou cinto com nó ao vestido soltinho, marcando a cintura. Não ficou uma graça?

Bolsa de mulher_Ísis Valverde

Os dois looks abaixo são do catálogo da Bobstore.

BobStore_Lookbook-tile

Algumas fontes de consulta usadas para este post:

Bolsa de Mulher:

Amarre-se!
Cinto para cada cintura

Dicas de Mulher:

Como usar faixas, cintos e fivelas
Como usar vestidos com cinto
Cinto com nó

Chic

Aperte os cintos: eles são o destaque das produções de inverno