Momento fofura – “cãotratado” do Achados e Perdidos


Olá, pessoal!

É um novo mês, e estou muito empolgada com as mudanças e novidades que vem com ele. Assim que der, conto pra vocês. O que posso dizer é que já estou mais empolgada para postar.

E vou começar com um vídeo que achei super fofo, que mostra um membro inusitado do setor de Achados & Perdidos da companhia aérea KLM. Eles colocaram um cãozinho para ajudar a localizar os donos de objetos perdidos no avião ou nas dependências do aeroporto Amsterdam Airport Schiphol. Além de agilizar o trabalho, com certeza alegra o ambiente… :)

Beijos,

Gi

Anúncios

In Your Eyes


Olá!

Gente, preciso falar desse filme, mesmo tendo a certeza de que eu não vou conseguir chegar aos pés dele com qualquer descrição que eu faça.

Em In Your Eyes, Rebecca e Dylan descobrem que apesar da distância, têm uma conexão em comum – eles conseguem ver o que o outro vê, ouvi-lo e sentir o que está sentindo.

Rebecca é casada e Dylan, um ex-presidiário. Ambos começam a “falar sozinhos” enquanto seu romance se desenvolve, despertando a estranheza das pessoas ao seu redor.

A partir dessa trama (que me lembrou um pouco “A casa do lago”) se desenvolveu uma relação de cumplicidade e entendimento mútuo.

InYourEyesPoster.jpg

 Achei a fotografia linda, a trilha sonora perfeita, a maneira como a trama foi conduzida idem. Enfim, achei que o resultado ficou perfeito.

Às vezes gosto tanto de um filme que não consigo explicar bem por quê ou como ele me fez sentir, e esse é um deles. Então, deixo o trailer pra vocês assistirem e espero que tenham oportunidade de ver In Your Eyes e que gostem tanto quanto eu.

Em tempo: baixei no Melhor da Telona.

Beijos,

Gi

Rafting em Três Coroas


Oi gente!

Como já comentei, tirei uns dias de férias e voltei ao trabalho na segunda. Foram dez dias maravilhosos para descansar e colocar as coisas em dia, e também renderam ótimos passeios e momentos em família. Um deles foi a Três Coroas – RS, onde passamos o dia na Brasil Raft Park.

Dentre as várias modalidades que eles dispõe – tirolesa, canopy, quadriciclo, paintball e outras – fomos fazer o rafting (e os mais corajosos fizeram também o canopy – não foi o meu caso, hehe).

Antes de iniciarmos, a equipe passou as instruções e procedimentos de segurança e então fomos transportados de caminhão até o local de saída, na cabeceira do rio Paranhana. Ali já tivemos uma paisagem linda, a água formando uma cachoeira enorme sobre a barragem.

Foram 8km de percurso pelo rio Paranhana, passando por algumas corredeiras, paisagens lindas e algumas paradas para banho. 


RaftingtrescoroasSortimento.jpg

Quase no final, tivemos o Surf de bote na onda, uma brincadeira bem divertida em que ficamos com o bote parado em uma pequena corredeira e ele é puxado pelos instrutores.

BeFunky_BeFunky_IMG_5991.jpg

 

Para quem nunca fez rafting, digo que é uma maravilha! Prazeroso, divertido, a gente sai renovado (observem as expressões nas fotos e comprovem). 

Pra quem estiver interessado em passar um dia praticando esportes, se aventurando e se divertindo muito, recomendo esse passeio e também o pessoal da Brasil Raft Park. Eles são atenciosos, divertidos, o local é lindo e tem opções pra todos os gostos e idades. Além de todas as opções de esporte, tem mesas e churrasqueiras – e até redes para um cochilo depois das atividades.

Além do equipamento de segurança, composto de colete e capacete, existe a possibilidade de alugar botas térmicas e roupas de neoprene (recomendadas no inverno). Eu usei as botas para não molhar os tênis. O custo por pessoa é de R$ 60,00 pra quem reservou, e R$ 70,00 sem reserva. O aluguel das botas custou R$ 5,00 e a entrada R$ 5,00. Ou seja, tivemos um custo de R$ 70,00 cada um. 

Ah, muito importante! Dá pra comprar um cd com as fotos que eles tiram durante o percurso. São profissionais, de qualidade muito boa e uma lembrança legal do passeio (o desfoque em alguns rostos é porque não sei se outros participantes gostariam dessa exposição, mas as imagens originais são super nítidas).

p.s.: Existem mais grupos que fazem rafting no mesmo percurso, mas não os conheço e portanto não posso opinar sobre.

E aí pessoal, já fizeram rafting? Alguém já fez em Três Coroas? É demais, né?

Beijos,

Gi